sábado, 25 de outubro de 2008

capitulo dois de frutos do ESPIRITO!!( O QUE É Espirito ou espirito?)


RETROSPECTIVA: DO PRIMEIRO CAPITULO (vaso no qual é habitação do espírito)
CAPITULO DOIS DE “FRUTOS DO ESPIRITO”

No 1º capitulo: vemos que DEUS ao criar o homem determinou..................................

Em 1º lugar ALEGRIA no seu interior

Em 2º lugar nos deu um sopro de vida

Em 3º lugar desejou que caminhássemos Em 5º lugar agora “derrama sua graça salvadora sobre nossas vidas” “JESUS”

2º capitulo “o que é Espírito e ou espírito”?

“Qual sua necessidade em nosso ser” em perfeição de vida

Em 4º lugar o SENHOR nos queria como “arvore frutífera”



(A) >>Significado da palavra ESPIRITO >> é a parte não material, racional e inteligente do nosso ser.

(B) >>Formação do nosso ser:

Alma>>>>>>>>>>>>>>>corpo>>>>>>>>>>>>>>>>espírito


1º) Alma----- parte do nosso ser que nos leva para o desejo das nossas emoções trazendo desejo da nossa carne, desejos pecaminosos, apenas desejos das coisas materiais.

2º) Corpo -----matéria na qual se faz mover através do espírito e da alma.

3º) espírito ----este sim como se falou anteriormente é a parte pensante e determinante, racional e inteligente que nos faz observar entre o bem e o mal, mas também não decide sobre suas decisões é o famoso colocador de opiniões, afinal é sua própria cabeça quem determina que queira através de sua escolha.


“Quantas vezes já passamos por isto estivemos entre o bem e o mal não soubemos escolher”






Vemos biblicamente que tem fundamento as nossas afirmações!

(Gênesis 45:26) - Então lhe anunciaram, dizendo: José ainda vive, e ele também é regente em toda a terra do Egito. E o seu coração desmaiou, porque não os acreditava.
(Gênesis 45:27) - Porém, havendo-lhe eles contado todas as palavras de José, que ele lhes falara, e vendo ele os carros que José enviara para levá-lo, reviveu o espírito de Jacó seu pai.
(Gênesis 45:28) - E disse Israel: Basta; ainda vive meu filho José; eu irei e o verei antes que morra.


Naquele momento Jacó se deixa levar pela afirmação do seu espírito onde o espírito reacendeu um lado de certeza.

Deixou-se decidir pelo espírito e não pela incredulidade, ou seja, tomou atitude, teve discernimento.

Em nós existe o espírito de vida tal qual o mesmo espírito que foi dado a Adão!

(Gênesis 2:7) - E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.

Bem como nos deu este espírito para que nos pudesse ensinar nas nossas decisões.

Vejamos que na criação ali tinha um espírito de ensinamento e de raciocínio, pois o próprio DEUS determinou duas opções de alimentos para que em nossa caminhadas tivéssemos direito de decidirmos entre o bem e o mal, o certo e o errado, o amargo e o doce, ou seja, a condição pensante do ser humano, para nós.

(C) >>Atua no resultado do nosso caráter.

Vemos que a formação do nosso caráter depende única e exclusivamente de nós mesmos (de você próprio), devemos observar que dependendo do que brota de dentro você veremos qual escolha que você fez, entre o bem e o mal.

Ter caráter é ter frutos do Espírito de dentro de cada um de nós, ou seja, escolhemos o melhor caminho se nosso caráter for de boa índole.

Ter frutos de boa qualidade depende exclusivamente de ter um contato de natureza real com CRISTO JESUS.

Agora devemos entender que para estes frutos estarem prontos para serem colhidos deve-se existir um tempo para maturidade total destes frutos, ai sim estes frutos estarão prontos para gerarem sementes produtivas, isto acontece lentamente!

Vemos que na lei natural que a natureza nos proporciona é de uma forma onde todos os homens, animais, peixes, arvores e demais criações levam este contexto de tempo, e que dentre todas as criações apenas o “homem” tem a característica racional, ou seja, raciocina e pensa para que possa tomar decisões.

Querendo te ver crescer e deixar se frutificar:

Digo-te que busque aquilo que eu e você temos deixado se perder no tempo por uma longa existência e perca para poder ganhar, busque conhecimentos, aprendizados, nunca é tarde pára poder nos encontrar com a perfeição em fomos criados e o nosso PAI celestial nos determinou que fossemos em nossas vidas.

Espírito determinado por DEUS, no qual podemos estar vivendo em novidade de vida, fazendo as nossas próprias escolhas, porém com as escolhas certas, pois o Senhor nos derramou um Espírito novo, ou seja, o seu próprio Espírito e nos determinou bem antes da vinda do salvador que poria dentro de nós um coração de carne.


(Ezequiel 36:26) - E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne.


Ora, DEUS já derramou sobre nossa vida tudo, agora cabe a você tomar atitudes e decisões entre o bem e o mal.

(Daniel 1:5) - E o rei lhes determinou a porção diária, das iguarias do rei, e do vinho que ele bebia, e que assim fossem mantidos por três anos, para que no fim destes pudessem estar diante do rei.

Quantas vezes estamos sendo apresentados a ofertas que são generosas para nossa vida, mas não conseguimos olhar para o mal que esta por trás das coisas que aparentemente não nos fazem mal algum!

(Daniel 1:8) - E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.

Vemos que a palavra “MAS” é uma locução interrogativa, locução esta que pode dentro de você determinar através do teu espírito qual caminho deve-se andar, pois o espírito é a parte inteligente do ser humano, pondo em pratica o “dcd” e podendo determinara função do seu espírito. (duvidar,criticar e determinar).

É interessante que o nosso “PAI” se agrada fartamente quando deixamos que este espírito tome a frente em nossas decisões:

(Daniel 1:17) - Quanto a estes quatro jovens, Deus lhes deu o conhecimento e a inteligência em todas as letras, e sabedoria; mas a Daniel deu entendimento em toda a visão e sonhos.

Se nos deixarmos levar pela vontade de nossa carne o SENHOR não se agradara e fará como assim fez com o rei Nabucodonosor, o fazendo mudar de idéia e ate mesmo reconhece-lo como todo poderoso.



(Daniel 4:37) - Agora, pois, eu, Nabucodonosor, louvo, exalto e glorifico ao Rei do céu; porque todas as suas obras são verdade, e os seus caminhos juízo, e pode humilhar aos que andam na soberba.

Isto se sucedeu e vemos assim a necessidade de frutificarmos como arvores frutífera e com decisões corretas.


Frutificação:


(Ezequiel 36:30) - E multiplicarei o fruto das árvores, e a novidade do campo, para que nunca mais recebais o opróbrio da fome entre os gentios.


(João 15:4) - Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.


Sejam estas videiras e frutifiquem e se deixem serem lavrados pelo lavrador!


Próximo capitulo “a videira verdadeira”.




Um comentário:

Missionarios: Benildo,Neide e Esther. disse...

OBRIGA PELO SEU INCENTIVO
ABRAÇOS BENILDO/NEIDE
DESAFIO JOVEM MUDANÇA DE VIDA